quinta-feira, 16 de março de 2017

Vista



A janela redesenha o mundo
em sua translucidez
quase neutra, foco e decalque
de paisagens que se esvaem
em rupturas de pálpebras.
O mundo se desmente
a cada instante,revestido
com as cores do transitório.
Interior que se externa
na ambiguidade das composições.
Vidro a polir
as incongruências do existente.

(Foto: Cleber Pacheco)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial