quarta-feira, 8 de março de 2017

Outra Escrita


É hora de tirar os sapatos
e escrever poemas que ardem
na sola dos pés, queimam
peles,incendeiam a terra,
perfuram carnes e anunciam
lesões,fraturas ,internações
em manicômios.
É preciso dilacerar os pés,
sujá-los o mais que puder,
afundá-los nas catacumbas da terra
Basta de plantar pó e pedras
no deserto dos mortos

(imagem:  Google)

.


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial