terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Genealogia


Toda ave existe
se reiterada a recusa,
sói ser extraída
de ancestral miséria.
Recuando à hora
em que foi recuada,
do que mais carece
toda ave evacua:
o seu próprio corpo
ao invés de espécie.
Toda ave busca
sua consistência
recuando à hora
de sua abstinência.
Fatalmente sabe
ser a sua rota,
sistemático insistir
daquilo que é remoto.
Só a ave sente
qual é o seu modo:
ser sua involução
fatal fardo.

(imagem: Google)


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial