quinta-feira, 23 de março de 2017

Azul


O céu suspira nuvens,
cumpre hiatos
entre os intervalos
da matéria,
mas nunca argumenta.

Pode-se pintar
sem azul? sem azul
não há pintura
nem evento,
tudo só seria um modo
de se desmentir por dentro.

Celeste é o anseio
que adormece
o mundo
em sua vivissecção
de osso e pedras.

(foto: Cleber Pacheco)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial