quarta-feira, 14 de setembro de 2016

A Arte da Luz

 O corpo-espelho,
reverso espantalho,
nutre e atrai
ave e raiz,
suor do telúrico,
aridez do etérico,
médio e morno,
fratura do contorno.

Fosco ou opaco,
se refez o risco,
expõe o espantalho
ao novo e velho
traço que apaga
forma tão cega,
dotando-lhe a vista
do olho do artista.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial