domingo, 20 de novembro de 2016

Cegos

Ver e ser visto
são idênticos
como nascer e morrer:
atar e desatar
de desencontros
que se encontram
no desalinhar das geometrias,
na descostura das digitais,
no findar dos eclipses.
Janelas que se quebram,
cacofonia de sentidos
no impenetrável das miopias:
surdos tateiam a si mesmos
apalpando as arestas
de nenhum e ninguém.

(foto: Cleber Pacheco)


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial