quarta-feira, 25 de março de 2015

VER

 Não olhei
os teus olhos,
somente
tuas pálpebras.

Não olhei
luz que havia neles,
só a paisagem
contemplada.

Nem olhei
o horizonte
circunspecto
à minha frente.

Só havia
margens
para erros
e pupilas dilatadas.

(Google imagens)


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial