sábado, 14 de março de 2015

ORIGINALIDADE

Estavam vazias
as tuas mãos,
nuas de espanto.
 Nada havia nelas
a não ser
veias e calos.
Nada pediam,
apenas mostravam
envoltas
em nudez
simples de ossos
sob
 pele.
Esculpidas,
únicas,
reverberavam
os sentidos
da tua singularidade.

(Google imagens)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial