sábado, 1 de outubro de 2016

REINOS

Escavando
a raiz dos pinheiros,
encontro
o âmago do aroma
e do sólido
na impecabilidade das resinas,
solidez que funda
 o compacto
na lucidez da opacidade.
Caminho
a devorar
a carne das pedras
em simbiose de placidez e fúria,
o obtuso da forma
em criação de estigmas,
broto do vivo
a redimir
o cardíaco dos reinos,
consumação.

(foto: Cleber Pacheco)




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial