domingo, 27 de setembro de 2015

Castelo Interior

É de assombro e espanto
que se faz cada morada.
arquitetura do impossível
a desventrar trajetos
no cerne do Mistério,
fortaleza desmedida
a reavivar rumos
 e que transplanta e aviva
o coração do Sol.

( poema inspirado no livro homônimo de Santa Teresa de Ávila).

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial