sábado, 22 de abril de 2017

Raiz



Calo-me rente às folhas,
também sei ser outono,
impessoal e nítido
quando comungo
o mimetismo das coisas.
Fico,faço,imprimo
as iminências do gasto.

Todos os dias jogam
meu cadáver aos cães.
Inerte ou em construção,indico
minha virulência
em abrir os olhos
às raízes do perigo insondável de existir.

(foto: Cleber Pacheco)


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial