quarta-feira, 8 de abril de 2015

Poema: ULISSES

   Mergulhou
   Ulisses
   em fundas águas.

   Não havia
   sereias,
   só
   abismo
   a escavar
   mais fundos
   abismos.

   Refez,
   Penélope,
   as tramas
   do ocaso.

   ( Pintura:   Cleber Pacheco)


 
 

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial