terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Poema: Floração

Conheci
todas as versões
da morte.
inclusive em outros
idiomas.

Vesti
todas as suas mortalhas,
mas preferi ficar nu.
.

Visitei
todas as tumbas
rendendo homenagens
à engenhosa
estrutura dos ossos.

Recebi
 seu beijo,
mas já  havia reparado
nas flores abandonadas
às intempéries.



(foto de Cleber Pacheco)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial