sábado, 18 de outubro de 2014

Poema: TEMPESTADE

O vento inventa palavras.
Luzes e sombras escrevem
sobre o solo.
A tempestade nos devolve
o silêncio.

(imagem do Google)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial