segunda-feira, 29 de setembro de 2014

conto: TEMPESTADE

   A escuridão alastrando-se pelo selva anunciava que tempestade e problemas chegariam em breve.E realmente chegaram.
   O grupo olhou em volta em busca de abrigo. Nenhum. Apesar de estarmos encobertos pelas árvores,ficaríamos encharcados ,atolados na lama,correndo o risco de nos perdermos,o que poderia ser fatal.
   Todos olharam para Malcolm,centro das preocupações e esperanças.De todos,ele era o melhor,o mais gentil.As mulheres estavam encantadas por ele.E nós,os homens,apesar de um certo despeito, acabávamos por respeitá-lo e ouvi-lo,seguindo suas sugestões.Naquele ambiente hostil era fundamental manter a confiança em alguém e Malcolm era,sem sombra de dúvida, uma pessoa confiável .Suas ideias já haviam evitado alguns desastres nos dias anteriores.
   Desabando o aguaceiro,tivemos de caminhar com lentidão.Mal conseguíamos enxergar um ao outro.Eu bem que havia lido a respeito de chuvas em florestas tropicais.Estávamos de fato encrencados.Nós seis poderíamos ter sérios problemas dali em diante.Tivemos.
   Malcolm tomou a dianteira e foi nos guiando cautelosamente.De algum modo  sabia quais eram  as escolhas certas.Parecia conhecer tudo à nossa volta,embora nunca tivéssemos estado ali.
   Intensificava-se cada vez mais a tempestade e fomos obrigados a recuar.
   Em sua inesgotável gentileza, Malcolm quis abrigar-nos.Deu um passo e desapareceu num sumidouro.Em pânico,só tivemos tempo de segurar uma de suas mãos.Juntamo-nos para puxá-lo de volta,utilizando toda a nosso empenho.A mão dele escorregava e já víamos a hora em que iríamos perdê-lo para sempre.Gritando e fazendo força,conseguimos trazê-lo de volta.
   Só que não era Malcolm.Foi com horror que olhamos e,no lugar dele,vimos à nossa frente uma medonha  criatura avançar em nossa direção.Sem entender nada,cada um correu para uma direção  tentando escapar.
   Inútil.
     Os dias passaram,a tempestade continua,a selva é infindável , sou o único sobrevivente.
    E  agora só me resta odiar Malcolm.

(Imagem do Google)
 
 
 

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial