terça-feira, 25 de março de 2014

METAMORFOSES - Parte IV

Outro homem foi encontrado morte.Não estava ele nas proximidades da floresta ou em suas atividades costumeiras,mas dentro de casa mesmo,fechado,supostamente protegido.
O fato assustou,se é que era possível,ainda mais os moradores.Não sabiam o que fazer,quais providênbcias tomar,como agir e solucionar o caso.Estavam desorientados,confusos.
No caso específico das mulheres,a perturbação tornara-se ainda maior. Ele enfim passara a ter um nome,Sonam,ele que sempre havia sido ignorado.Pois comum e despercebido já não mais era. Atordoadas ficavam contemplando tamanha diferença,a visível transformação que se operara e parecia ainda prosseguir rumo a uma perfeição cada vez maior.
Estavam mesmerizadas diante de uma beleza que desconhecia qualquer parãmetro.Era como se uma obra-prima estivesse surgindo bem ali diante dos olhos delas.
Frente a um tão inusitado acontencimento,suspiravam,gemiam,jogavam-se no chão e comiam terra.Desesperadas,ansiavam mais e mais por Sonam,o deus que repentinamente se manifestara diante delas e que se superava dia após dia.
Incapazes de compreenderem tal fenômeno, mesclando medo e irresistível atração,estrebuchavam em convulsões.
Nenhum homem percebia a mudança.Apenas elas.
A situação foi se agravando inexoravelmente.
Até que Sonam,encorajado pelo comportamento delas,resolveu agir.

(Continua)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial