sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Encontros

De tempos em tempos
a morte me revisita,
oferece  suas garras e afagos,
oferece-me venenos,beijos.

De tempos em tempos
revisito a morte,
mudo-lhe a face,os traços,
redefino sua postura,suas vestes,
ofereço encantamentos outros.

É certo sempre que nos reencontramos
para um aceno, breve conversa
novas chantagens.
Nunca recusamos cumprimentos,todavia.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial