segunda-feira, 3 de julho de 2017

Mandala



O Todo
não é a soma das partes.
Indivisível é o Todo,
Aquilo que É.
Sem antes e depois,
sem fração e fractal,
Uno.
O Todo reverbera
na própria completude:

Eu Sou o que Eu Sou.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial