quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Tutankâmon


   Não demorou muito para que a distância então criada se tornasse evidente. O amigo morava agora na cidade grande;ele continuava provinciano.
   Maior tornou-se o afastamento quando o menino da cidade mostrou ao outro o tesouro da família: um quadro formado por borboletas mortas:beleza  para sempre mumificada.
   O outro,que já se sentia humilhado o suficiente, expressou indignação, dizendo que era,aquilo, inacreditável coisa, abjeta.
   Contando para a família o que a visita pensava a respeito daquela preciosidade, pais e irmãos deixaram claro que se tornara,sua vinda,indesejável em casa de pessoas tão refinadas.
   Retornando ao mundo provinciano de onde viera,ele, com um aperto no peito, descobriu que acabara de se despedir da infância.
 
(foto: Google imagens).

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial