sexta-feira, 5 de agosto de 2016

A LUA NA SARJETA de David Goodis

      Reli A Lua na Sarjeta de David Goodis recentemente e isso só confirmou o que eu já pensava do livro: realmente muito bom. História intensa, sintética,sem nada de supérfluo. Cada capítulo é certeiro. Autor do gênero noir, consegue retratar situações difíceis e interessantes, dramáticas.
   William Kerrigan, estivador que vive no subúrbio, sofre a perda da irmã. Ele próprio não tem certeza se foi assassinato ou suicídio. Sabe apenas que ela foi estrupada e está morta. Ele não consegue se desvencilhar do sentimento de ódio,tristeza,revolta. Mesmo conhecendo Loretta e se apaixonando por ela.
   Apesar do ambiente sórdido, há um toque de humor e um certo nonsense no capítulo dez,que nos faz rir por meio das personagens Frieda e Dora, duas alcoólatras inveteradas.
   O final é amargo,como não poderia deixar de ser,tornando a história ainda mais contundente.
   O livro é um bom exemplo da capacidade de síntese e de dramaticidade do autor. Foi adaptado para o cinema pelo diretor francês Jean-Jacques Beineix.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial