segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

DOUTOR GRASSLER: MÉDICO DAS TERMAS de Arthur Schnitzler

   Sou frequentador assíduo dos sebos.  Leio aquilo que me interessa. A gratificação é encontrar bons livros e bons preços. Além disso, não me preocupo com modismos literários. Leio tudo o que  desperta,por algum motivo,  meu interesse.  Tive a sorte de  adquirir o romance do escritor austríaco Arthur Schnitzler Doutor Grassler: Médico das Termas  de quem eu já havia lido a obra-prima Breve Romance de Sonho. 
   O autor foi contemporâneo de Freud e gostava de retratar seus personagens como objetos de estudo, quase como casos clínicos que deveriam ser estudados. O personagem em questão revolve-se num mar de indecisões e pequenos conflitos delas decorrentes. Tudo o que exige esforço, força de vontade e caráter lhe causa embaraço, procrastinação e uma atitude de fuga. Grassler prefere sempre o caminho mais cômodo, mesmo que isso o conduza a ter uma vida insípida e solitária. As personagens femininas é que tomam as iniciativas e acabam por desencadear a ação da história. Sem elas, o médico estaria fadado a uma existência monótona e quase desprovida de sentimentos. Ou sempre oscilando entre uma incerteza e outra.
   A narrativa é breve, interessante e envolvente. E se trata de mais uma obra de qualidade de Schnitzler.
 
   

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial