terça-feira, 21 de julho de 2015

VER

    São luzes antigas as que vemos. São muitos os olhos que temos. São muitos os universos existentes. Inúmeras eras simultâneas nos invadem, acenam para dimensões múltiplas. São muitas as compreensões e os mundos. Tudo está aqui e não está. Ainda está ocorrendo a Criação. Vida é movimento.
    Colocamos o passado em nossas mãos, o ancestral roça a nossa pele, mergulha em nossas células, brilha em  nossas retinas e a espiral da atemporalidade se conecta ao nosso DNA. O Infinito é Agora.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial