sábado, 18 de julho de 2015

Felino

O ensino dos gatos
é um modo felino
feito na forma
do mover-se e da pausa,
é um modo inquieto
de aquietar-se,
um repouso restrito
e pausa entretida,
um repouso profundo
a gerar outro sonho,
um instante refeito
na esfera do nada,
 momento a criar
mundos oblíquos.
O ensino dos gatos
é singular modo,
nunca declara
a inteira postura,
sempre espreita
a fímbria das frestas,
percorre intervalos
entre  limites,
declama linguagens
de antigos códigos.
O próprio gato
é pergaminho,
símbolo cravado
entre outros mundos.

( foto:  Cleber Pacheco)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial