sábado, 24 de janeiro de 2015

Poema: Necessidades

Uma bula
para curar
as dores da vida,

Um sorriso
para compreender
as tristezas do dia.

Um seixo
para lapidar
a raridade do instante.

Hieróglifos
para registrar
a banalidade
do agora.

.




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial