sábado, 30 de janeiro de 2010

ARQUITETURA DO DESFAZIMENTO

E no instante
do Grande Silêncio
inventariamos o nada-
reboco de parede,
espessura de musgo-,
restituindo ao vivo
o despropósito
de existir.

1 Comentários:

Blogger Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Amigo Cleber!

Parabéns pelo blog.
Gostei de tudo por aqui.


Grande abraço,

CC

5 de fevereiro de 2010 13:18  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial