terça-feira, 27 de outubro de 2015

REFUGIADOS (2)

Fronteiras cortam
peles e mundos,
fundam
duras travessias
ao redor do nada,
limites forjados
pelos arquitetos do medo.

Única é a verve
a conduzir o homem
pelos caminhos.
Que abertos estejam
para a fusão no Infinito.


0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial