domingo, 23 de novembro de 2014

Poema: PEIXE

Um peixe vazio
não é um peixe,
é não-peixe,
mergulho
no abismo
do nada.

Um não-peixe nada
no vazio do oceano;
com não-escama
invade o líquido,
imensidão do aquoso.

Um explorar que vaza
e fecunda
oceano e forma
a sangue frio e nado.

(Google images)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial