quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Augusto dos Anjos

No dia 12 de novembro de 1914 falecia o poeta Augusto dos Anjos.

INSÂNIA DE UM SIMPLES

 Em cismas patológicas insanas,
É-me grato adstringir-me,na hierarquia
Das formas vivas, à categoria
Das organizações liliputianas;

Ser semelhante aos zoófitos e ás lianas,
Ter o destino de uma larva fria,
Deixar enfim na cloaca mais sombria
Este feixe de células humanas!

E enquanto arremedando Éolo iracundo,
Na orgia heliogabálica do mundo,
Ganem todos os vícios de uma vez,

Apraz-me,adstrito ao triângulo mesquinho
De um delta humilde,apodrecer sozinho
No silêncio de minha pequenez!



0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial