quinta-feira, 31 de julho de 2014

INVENTÁRIO

Hoje
farei o inventário
do nada
para ter
como herança
uma vida inventada.

Receberei
como renda
uma postura ousada
e farei travessias
onde não houver
estrada.

Hoje
farei o itinerário
duma epopeia criada
nos trilhos
desconexos
duma história imaginada.

Receberei
 inexistente alfabeto
para tamanha empreitada,
vocábulos convexos
que conduzem
ao nada.

(Imagem do Google)




0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial