sábado, 27 de agosto de 2016

PASSAGEM PARA A ÍNDIA de E. M. Forster

       Tendo como alicerce o Mito da Caverna de Platão e abordando os conflitos culturais,raciais e do colonialismo, E. M. Forster escreveu um excelente romance: Passagem para a Índia. 
   Este clássico é muito atual. Basta pensarmos nos intrincados problemas que o século XXI enfrenta e percebemos que o livro é atemporal, consegue estender suas reflexões para qualquer época , analisando as feridas profundas do mundo dito civilizado.
   A jovem inglesa Adela Quested e o indiano dr. Aziz representam a dificuldade de aproximação compreensão entre mundos diferentes, pautados pelo preconceito.
   O texto mantém uma ambiguidade perfeita, realizada com maestria, deixando o leitor em dúvida quanto aos reais acontecimentos ocorridos nas grutas de Marabar.
   Uma obra-prima que foi transformada em filme por David Lean. Um caso raro: o filme é tão bom quanto o livro.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial